Brasil Insights

88% da população ouve algum tipo de áudio

Jacqueline Lafloufa

Editora de conteúdo e insights

Áudio, Texto, TV e Vídeo 10.02.2016 / 10:00

radio-audio-digital

Podem ser notícias, músicas ou informação, vindas via ondas de rádio ou através da web

Ouvir rádio é algo que pode acompanhar o seu dia. Seja no trânsito, se inteirando das notícias e evitando os locais mais engarrafados, seja em casa ou no trabalho, distraíndo com alguma música de fundo. Em situações mais graves, como desastres naturais e tragédias, ele é usado para informar a população e se comunicar com sobreviventes, já que o acesso às ondas de rádio pode ser feito com aparelhos dos mais rudimentares.

Nesse dia 13 de fevereiro, mais uma vez a UNESCO celebra a importância dessa mídia com o dia mundial do rádio, que no Brasil é escutado por 70%* das pessoas em regiões metropolitanas.

De rádio para áudio

Chegando na web, o rádio mantém sua importância, ainda que já não seja mais transmitido por ondas de rádio - esse áudio que chega ao ouvinte pode também vir circulando pelos bits e bytes da internet. Dados da Kantar IBOPE Media revelam que mais da metade dos ouvintes de rádio online o escutam pelo notebook e 45% por celular tradicional ou smartphone. Mesmo que o acesso digital permita escutar a um número variado de emissoras independente de sua localidade, as emissoras locais ainda são as favoritas para 83% dos ouvintes.

Mesclando essa mobilidade já tradicional do rádio com as possibilidades criadas pelo consumo online e a recepção em aparelhos dos mais diversos, o rádio vai ultrapassando as barreiras físicas e ganhando novas audiências através da web. Já que seu conteúdo é bem diverso, o rádio costuma agradar a pessoas de gostos bem variados, que podem preferir ouvir música (83%) ou informação (40%). Se somarmos o impacto do rádio tradicional com as novas possibilidades de espalhar esse áudio pelos ambientes digitais, podemos dizer que 88% da população acaba impactada por algum formato de áudio, de acordo com dados do estudo Target Group Index.

Apesar da sua presença no ambiente digital, o aparelho de rádio tradicional ainda é o mais usado para escutar áudio (70%), bem à frente do uso do rádio em automóveis (27%) e em aparelhos celulares (18%). Na web, o consumo de rádio ainda beira a casa dos 5%.

Fonte: Kantar IBOPE Media

Nota da Editora

*dado do Target Group Index

Jornalista, se precisar de mais dados ou se quiser entrevistar algum dos nossos especialistas, por favor, entre em contato conosco. Você também pode receber nossas novidades através da nossa newsletter, ou acompanhando nossas postagens nas mídias sociais.

Últimas Notícias

Conheça os padrões comuns aos cases melhor qualificados

35% dos ouvintes dizem escolher o rádio para uma atualização rápida sobre as notícias

Previsão é maior do que para o total da população, que deve crescer 1,7% em volume

Até na hora de tomar cerveja os consumidores se preocupam com a saúde

Eles estão entre os indicados ao prêmio Kantar Information Is Beautiful 2017

Leia também