Brasil Insights

Lares sem filhos tendem a gastar mais

Christine Pereira

Business & Marketing Director

Consumo e Negócios 24.07.2017 / 15:00

lares-sem-filhos-independentes-jovens

Sejam os moradores jovens ou mais experientes, residências de até duas pessoas têm gasto per capita maior do que demais domicílios

Os domicílios sem filhos –  seja eles compostos por moradores jovens ou maduros – tendem a ter maior renda e gasto per capita, mostram dados do estudo Winning the Future, realizado pela Kantar Worldpanel. A parcela conhecida como “independentes jovens” (até 49 anos) e os “independentes maduros” (maiores de 50 anos), que compõem lares com até duas pessoas, tiveram gasto per capita maior do que os demais domicílios (34% e 41% acima da média, respectivamente).

Conectados, voltados à praticidade e bem-estar: conheça os independentes jovens

Donos da segunda maior renda per capita, os independentes jovens, que correspondem a 11% da população entre os 6 milhões de lares analisados, ainda estão formando seu patrimônio e não abrem mão da conectividade. Na faixa entre os 25 e 34 anos, 74% deles possuem smartphone, índice que alcança os 62% na faixa etária posterior, ente o 35 e 44 anos. Usando a tecnologia como ferramenta para simplificar suas vidas, esse público tende a utilizar os aparelhos para navegação na internet, uso de redes sociais e envio de mensagens instantâneas.

Atentos também à praticidade, indulgência e bem-estar dentro de casa, a despensa dessa parcela da população traz produtos como óleos especiais e azeite, cerveja, antisséptico bucal, protetor solar e alvejante sem cloro. Na hora das refeições, vão além do tradicional arroz e feijão: brasileiros de até 45 anos têm incluído no cardápio pizza, empanados de frango, macarrão, coxinha, lasanha e linguiça. As indulgências também estão presentes no consumo fora de casa (out of home), com destaque para balas e gomas, pipoca pronta e biscoito doce. Mercadinhos, ambulantes e lanchonetes são os canais utilizados para a aquisição desses produtos.

Preocupados com qualidade de vida e saudabilidade: as prioridades dos independentes maduros

Já os independentes maduros, com 50 anos ou mais, buscam mais qualidade de vida e produtos específicos. Eles também costumam ter lares mais bem equipados que os demais - 70% possuem máquina de lavar roupa e 39% automóveis. Em termos de perfil, 31% pertencem à classe AB, 92% não pagam aluguel e 64% vivem em casa com seis cômodos ou mais. Ainda que não totalmente conectados, 35% têm internet em casa, enquanto 29% contam com TV por assinatura. Adeptos de viagens e passeios, os compradores dessa faixa etária se concentram em produtos de bem-estar e saúde, como óleos especiais, adoçante e cream cheese, além de itens práticos (café solúvel, alvejante sem cloro) e necessidade (tintura para cabelo).

Lidando com questões ligadas à saúde, como controle de colesterol, diabetes e pressão alta, a saudabilidade aparece presente nas preferências dessa parcela dos consumidores, que tendem a buscar por versões lights, integrais e diets de produtos como pão, biscoito, requeijão, iogurte e refrigerante. Encarando as compras como um programa e não como uma obrigação, os independentes maduros foram 88 vezes ao ponto de venda no período analisado, mais do que as 78 visitas dos independentes jovens, por exemplo. Eles só foram superados pelos casais com filhos adultos, que registraram 93 idas. Fora de casa, os mais experientes mantiveram o consumo equilibrado, gastando mais com refeições, água de coco e suco natural, por exemplo.

Ofertas especiais

Há algum tempo se destacando nos pontos de venda, as promoções seguem firmes e fortes entre as preferências do consumidor. O Brasil está entre os países que mais geraram valor em ofertas especiais (40,1%) no primeiro trimestre de 2017 – Argentina (40%), Reino Unido (38%), Itália (34,5%), Holanda (20,6%), Alemanha (17,4%), Espanha (14,5%) e França (13,5%) aparecem na sequência no ranking. Os dados mostram que 80% dos consumidores brasileiros compraram itens em promoção no último trimestre, sendo que 55% deles afirmaram que a oferta especial é o principal fator na hora da escolha da loja. As promoções que permitem levar mais por menos são as favoritas (68%), seguidas por aquelas que oferecem desconto no preço (64%).

Fonte: Kantar Worldpanel


Nota da Editora

O levantamento analisou 96 categorias no período de abril de 2016 a março de 2017.

Últimas Notícias

Conheça os padrões comuns aos cases melhor qualificados

35% dos ouvintes dizem escolher o rádio para uma atualização rápida sobre as notícias

Previsão é maior do que para o total da população, que deve crescer 1,7% em volume

Até na hora de tomar cerveja os consumidores se preocupam com a saúde

Eles estão entre os indicados ao prêmio Kantar Information Is Beautiful 2017

Leia também