Brasil Insights

Maioria dos latino-americanos concorda com livre circulação de pessoas na região

Laure Castelnau

Diretora executiva do CONECTA

Política 27.06.2016 / 10:00


Kantar
  • SAVE
  • Close

    SHARE THIS WITH FRIENDS

  • EMBED
    Close

No Brasil, 64% apoiam abertura das fronteias para que cidadãos possam viajar e trabalhar livremente

Se os países da América Latina decidissem abrir suas fronteiras e permitir que seus cidadãos pudessem viajar e trabalhar livremente em qualquer país, teriam o apoio de 64% dos latino-americanos. É o que mostra uma pesquisa realizada pela Worldwide Independent Network of Market Research (WIN) em sete países da região.

No Brasil, onde a pesquisa foi realizada pelo IBOPE Inteligência, empresa associada ao grupo Kantar, o percentual de aceitação dessa medida é o mesmo: 64% concordam com a ideia. Outros 23% discordam e 13% não sabem. Somente colombianos (84%) e peruanos (77%) apoiam mais essa inciativa do que os brasileiros. No México, 59% estão de acordo, porém 36% não concordam. Na Argentina, 56% concordam, 28% rejeitam e 16% não são a favor nem contra.



Kantar
  • SAVE
  • Close

    SHARE THIS WITH FRIENDS

  • EMBED

Por outro lado, os equatorianos e os panamenhos, são os que mais rejeitam a ideia. No Panamá, 55% concordam, enquanto 41% discordam. No Equador, as opiniões são ainda mais divididas: 47% concordam e 45% discordam.

O maior nível de discordância no Panamá pode ser explicado pela economia dolarizada e pelo fato do país ter se tornado um centro onde multinacionais se beneficiam de leis especiais para a contratação de estrangeiros. Com isso, o país recebeu, nos últimos anos, uma grande quantidade de trabalhadores de fora do país, o que gerou um sentimento de perda de vagas de trabalho por parte dos panamenhos. No Equador, imigrantes tendem a ser melhor remunerados do que os equatorianos, gerando um sentimento depreciativo.

Fonte: IBOPE Inteligência

Nota da Editora

O IBOPE Inteligência é uma empresa associada ao grupo Kantar.

Esses dados obtidos com base em uma pesquisa que analisou 6.773 entrevistas em sete países da América Latina, entre outubro e dezembro de 2015. No Brasil, foram entrevistados 1.000 internautas, através da plataforma CONECTA.

Todos os dados publicados no Kantar Brasil Insights são públicos e podem ser utilizados livremente.  

Jornalista, se precisar de mais dados ou se quiser entrevistar algum dos nossos especialistas, por favor, entre em contato conosco.

Você também pode receber nossas novidades através da nossa newsletter, ou acompanhando nossas postagens no Twitter, no Facebook ou na nossa página no Linked In.

Últimas Notícias

Compra de espaço publicitário dos setores Farmacêutico e Administração Pública e Social conduziram o crescimento no período

Ambas as marcas, que hoje focam em lojas virtuais, anunciaram que estão se preparando para ter lojas físicas

Dados do ConsumerThermometer da Kantar Worldpanel mostram o que acontece com o consumo em meio às incertezas econômicas do Brasil

Marcas que observam as mídias sociais podem escolher usar menções e porta-vozes que fujam do lugar comum

Brasileiros ainda estão inseguros, mas têm esperança de melhoria no próximo ano

Leia também