Brasil Insights

Eleições nos EUA: Na batalha das buscas, Trump está vencendo Hillary

Jim Leichenko

Diretor de marketing, AdGooroo

Política 09.09.2016 / 03:00


Kantar
  • SAVE
  • Close

    SHARE THIS WITH FRIENDS

  • EMBED
    Close

O site de Donald Trump recebe 3x mais cliques vindos de sites de busca do que Hillary Clinton

A Kantar Media, através do seu AdGooroo, está analisando o impacto dos buscadores no acesso aos sites das campanhas oficiais de Hillary Clinton e Donald Trump, atuais candidatos à presidência dos EUA. Comparando cliques orgânicos (aqueles que são gerados quando os usuários clicam em links não-patrocinados nos resultados de busca) e os anúncios pagos, ficou evidente que nessa "batalha das buscas", Donald Trump está na frente.

De junho de 2015 a julho de 2016, o site oficial de Hillary, hillaryclinton.com, gerou 10,3 milhões de cliques em links de busca patrocinados, além dos 10,1 milhões de cliques orgânicos, totalizando 20,4 milhões de cliques provenientes de sites de busca no período. Enquanto isso, o site oficial de Donald Trump, donaldjtrump.com, gerou apenas 7,400 cliques em links patrocinados no mesmo período, mas ganhou 62,6 milhões de cliques orgânicos, somando quase 3 vezes mais cliques provenientes de sites de busca, quando comparado com o obtido pela sua competidora, Hillary Clinton. Segundo as estimativas do AdGooroo, os cliques orgânicos no site de Trump equivalem a cerca de 10,2 milhões de dólares em links patrocinados.

Muito tem sido dito sobre a disparidade entre os comerciais de TV dos candidatos à presidência, e essa pesquisa também percebeu um fenômeno parecido nos anúncios patrocinados.

Segundo uma análise dos anúncios em texto no Google nos EUA, realizada através do AdGooroo, a campanha de Trump apenas passou a investir em impulsionamento pago nas buscas em julho, quando chegou a gastar cerca de 18 mil dólares em links patrocinados para gerar doações ao candidato no site específico para contribuições, o secure.donaldjtrump.com

Antes de julho, quase não havia links patrocinados para o site oficial de Trump. O site principal do candidato - donaldjtrump.com, que apresenta as posições dele sobre diversos temas, além de alguns conteúdos de mídia, assinatura de newsletter e um link para doações - gastou menos de 750 dólares em links patrocinados de junho de 2015, quando Trump anunciou sua candidatura, até julho de 2016. Para se ter uma ideia, o AdGooroo mostra que o site oficial da campanha de Hillary, hillaryclinton.com, investiu mais de 1 milhão de dólares em links de busca patrocinados durante esse mesmo período.

Claro, os números sozinhos talvez não contem a história toda. O fato que Trump passou a usar os links patrocinados em julho para gerar tráfego especificamente para o seu site de doações para a campanha, o secure.donaldjtrump.com, pode indicar que ele os milhões de visitantes ao site principal do candidato (donaldjtrump.com) talvez não estejam doando ou suficiente, se é que estão doando alguma coisa. Sem acesso a dados sobre a conversão dos visitantes de cada candidato, no entanto, é apenas possível especular.

Sabendo que Trump não gastou quase nada nos últimos 13 meses e que ainda assim ele gerou quase 3 vezes mais visitantes do que o investimento de 1 milhão de dólares realizado por Hillary Clinton, talvez seja seguro dizer que os links patrocinados simplesmente não são uma ferramenta essencial para a campanha de Trump.

Fonte: Kantar Media

Nota da Editora

Jornalista, se precisar de mais dados ou se quiser entrevistar algum dos nossos especialistas, por favor, entre em contato conosco.

Você também pode receber nossas novidades através da nossa newsletter, ou acompanhando nossas postagens no Twitter, no Facebook ou na nossa página no Linked In.

Últimas Notícias

Falta de métricas consistentes e comparáveis atrapalha desenvolvimento do setor

Itália, Espanha e Tailândia completam o ranking de destinos favoritos para uma viagem divertida e agradável

Ponte Preta e Paraná Clube completam o top 3 do ranking dos clubes que mais cresceram neste ano

Foram 11 mil comerciais veiculados no mês que antecede o feriado, que atingiram 62 milhões de pessoas no período

Lançamento dos novos Galaxy S8 e S8+ tenta fidelizar quem já é cliente da marca

Leia também