Brasil Insights

Vendas de fim de ano aumentam presença de iOS no mercado

Lauren Guenveur

Analista de Mobile Global de ComTech

Móvel 11.01.2017 / 07:00

IPhone_7_Plus_(29789933241)

Android continua líder na China enquanto o iOS ganha espaço nos grandes mercados europeus

As vendas de Android caíram nos últimos meses nos EUA, Reino Unido e França, enquanto o iOS continuou a ganhar espaço na maioria das regiões no último trimestre encerrado em novembro de 2016. Esse é o sexto período consecutivo que o Android tem queda de vendas nos EUA, chegando ao patamar de 55,3% das vendas de smartphones, menos do que os 60,4% que a plataforma representava no mesmo período do ano passado. Na China Urbana, o iOS teve queda na comparação ano a ano, representando 19,9% das vendas, mas continua forte na comparação com o trimestre anterior, devido às vendas de iPhone 7.

No Brasil, o Android mantém a liderança, representando 94,4% dos smartphones vendidos no país em outubro de 2016, conforme o gráfico abaixo: 



Kantar
  • SAVE
  • Close

    SHARE THIS WITH FRIENDS

  • EMBED

 

EUA

Os iPhones 7, 7 Plus e 6s foram os três smartphones mais populares nos EUA no início do período de fim de ano, e juntos representaram 31,3% das vendas norte-americanas. Os aparelhos Samsung Galaxy S7 e S7 edge foram o 4º e 5º mais vendidos nos EUA, respectivamente, com a Samsung sendo responsável por 28,9% das vendas de smartphone.

A Verizon conquistou quase 25% de todas as vendas de smartphone nos EUA durante a Black Friday, em um posicionamento vital para todas as marcas, incluindo a Apple e a Samsung. Os compradores foram motivados pelas promoções da operadora, que oferecia ofertas na aquisição de iPhone 7, iPhone 7 Plus e Galaxy S7.

Ainda que o Android tenha enfrentado queda nos EUA no último ano, o novíssimo Pixel, da Google, ofereceu ganhos significativos, chegando a representar 1,3% das vendas nos três meses encerrados em novembro, com mais da metade das compras sendo realizadas através da Verizon.

China

Na China, quase 80% dos smartphones vendidos no trimestre encerrado em novembro de 2016 foram Androids, com as marcas locais dominando o mercado, explica Tamsin Timpson, diretora de insights estratégicos na Kantar Worldpanel ComTech Asia. A Huawei representou 25% das vendas, ainda que sua parcela de mercado tenha caído 3,1 pontos percentuais se comparado com o trimestre encerrado em outubro de 2016. A Oppo mostrou forte crescimento na China, chegando a 12,9% das vendas, demonstrando uma potencial mudança no mercado desde que a Huawei ultrapassou a Apple e a Xiaomi no segundo trimestre de 2015. Além disso, foi de grande importância para o iOS o crescimento das vendas de iPhone 7, que se tornaram o dispositivo mais vendido da China urbana, representando 6,6% das vendas na região, deixando o Oppo R9 no segundo lugar (4,7% das vendas).

Europa

Na Europa, iOS e Android mostraram crescimento, principalmente por conta do declínio do Windows. O iOS teve melhores números no Reino Unido, onde cresceu 9,1 pontos percentuais no ano encerrado em novembro de 2016. Nos 5 principais mercados europeus (Reino Unido, Espanha, França, Alemanha e Itália), o Android foi responsável por 72,4% das vendas de smartphones, enquanto o iOS representou 24,6%. Durante o período, a presença do Windows recuou, chegando a 2,8%. O período das festas de fim de ano é sempre muito importante para a Apple, explica Dominic Sunnebo, diretor da Unidade de Negócios de ComTech da Kantar Worldpanel Europa, mas ainda é preciso aguardar para entender se a demanda pelos aparelhos mais novos irá estabilizar no primeiro trimestre de 2017.

Comtech -market -share -smartphone -os -kantar -worldpanel

Fonte: Kantar Worldpanel


Nota da Editora

Confira também os dados mais recentes, divulgados em fevereiro de 2017.

 

Precisa de mais dados ou quer entrevistar nossos especialistas? Entre em contato com a nossa editora.

Para ficar informado sobre novos dados e informações, assine a newsletter ou acompanhe a Kantar no Twitter, no Facebook ou no Linked In.

Últimas Notícias

Com mais de 1,3 milhão de inscritos, Flamengo se torna líder em curtidas no Facebook entre os clubes brasileiros

Minimercados, voltados para compras que visam praticidade, vão ganhar espaço nos próximos anos

Até o momento, Brasil já soma ao menos 71 leões no Festival de Criatividade de Cannes

Confira dados do painel ComTech da Kantar Worldpanel

48% geralmente compram o que não (realmente) precisam, versus 34% dos consumidores hétero

Leia também