Brasil Insights

Maioria dos consumidores prefere publicidade em plataformas tradicionais

Marcas e Propaganda 08.05.2017 / 11:00

dimension-kantar-media

Uma parcela relevante dos consumidores diz achar divertido ou não se incomodar com publicidade offline

A visão do público em relação à publicidade varia de acordo com a forma de mídia usada pelas marcas. Ainda que os meios digitais e tradicionais coexistem no mundo dos adultos conectados, com 50% dos entrevistados acessam as mídias online pelo menos uma vez por dia, uma parcela relevante dos consumidores percebe de forma mais positiva a publicidade em plataformas tradicionais do que nos formatos online. De acordo com o estudo Dimension, realizado pela Kantar Media no Brasil, China, França, Reino Unido e Estados Unidos, 75% dos entrevistados declararam gostar, achar divertido ou não se incomodar com publicidade offline. Esse número cai para 61% quando se trata de anúncios online. Os formatos de mídia que possuem a maior proporção de entrevistados alegando que geralmente gostam de anúncios são cinema (37%), TV (33%) e revistas (33%).

Grafico _atitudes _publicidade _formatos _midia

Os consumidores são geralmente receptivos à publicidade, mas o impacto excessivo em plataformas digitais enfraquece os esforços de marketing das marcas: 71% dos entrevistados afirmam que veem o mesmo anúncio diversas vezes e os consideram repetitivos. A frequência excessiva e o uso não sofisticado de redirecionamento para entrar em contato com aqueles que já compraram podem ser algumas das razões pelas quais 20% dos adultos conectados optam pelo uso de bloqueadores de anúncios.

Fonte: Kantar Media


Nota da Editora

As informações fazem parte do Dimension, novo estudo internacional da Kantar Media sobre as atitudes dos consumidores e do mercado publicitário. O relatório completo pode ser visto no site

Metodologia: Para este levantamento, a Kantar Media entrevistou 5.213 “adultos conectados” (maiores de 18 anos) nos cinco maiores mercados publicitários do mundo: Brasil (1.097 entrevistados), China (1.067), França (1.000), Reino Unido (1.035) e Estados Unidos (1.014). Foram considerados “adultos conectados”, pessoas com acesso à internet por computador/laptop (em casa ou no trabalho) e por dispositivo móvel pessoal (smartphone ou tablet).

Para mais detalhes, faça download do press release no link acima.

Últimas Notícias

Básicos continuam sendo priorizados, mas opções premium têm espaço no carrinho

Juntas, as top 100 marcas mais valiosas dos EUA totalizam 3,16 trilhões de dólares

Retração do consumo é mais forte no Nordeste e no Interior de São Paulo

Racionalização e seletividade vão entrar no carrinho

Impacto pode ser sentido na queda do iOS e avanço do Android em mercados chave

Leia também