Brasil Insights

Bradesco é a marca mais valiosa do Brasil em 2019

Sonia Bueno

Presidente da Kantar no Brasil

Marcas e Propaganda 30.05.2019 / 00:00

143072625

Banco investiu em soluções tecnológicas e experiência do cliente para crescer 35% e chegar ao topo; Google leva o prêmio de marca mais forte e Magazine Luíza, a com maior crescimento

Na terça-feira, 28 de maio, aKantar, junto com o grupoWPPe a revistaIstoÉ Dinheiro, apresentou o resultado do ranking das 60 Marcas Mais Valiosas do Brasil. O banco Bradesco levou o prêmio principal, com um valor de marca de US$9,47 bilhões - aumento de 35% em relação ao ano passado. O Google se destacou como a mais forte com atuação no Brasil, enquanto Magazine Luiza foi a que mais aumentou seu valor em 2019, em 276%. O montante total das marcas chegou a US$ 69,9 bilhões (alta de 11%).

A 13ª edição contou com as apresentações de líderes globais e locais bem como especialistas em marketing e comunicação na ESPM-SP.

Eric Salama, CEO Global daKantar,falou sobre o que é verdadeiramente importante para as marcas no contexto da Terceira Era do Consumo. “As marcas que são percebidas como inovadoras crescem sete vezes mais do que as que não são. Nesse caso, o importante não é ter muitos dados, mas saber usar os que já temos para gerar crescimento nas marcas”, afirma o executivo. Salama também fez uma análise do cenário atual da publicidade no Brasil. “As marcas brasileiras se saem bem em significado e relevância, mas precisam se diferenciar mais das outras. Além disso, segundo a percepção dos consumidores, elas não são tão inovadoras quanto as chinesas ou americanas”, diz.

Sonia Bueno, CEO daKantarBrasil, trouxe os fundamentos para o crescimento das marcas no país. A executiva destacou a importância de as marcas saírem da zona conforto, apresentarem soluções inovadoras, acompanharem as transformações da comunicação e desenvolverem estratégias que posicionem o consumidor no centro de todos os movimentos da marca. Para contextualizar apresentou cases de sucesso como Kit Kat e Tixan Ypê. “Os fatores de sucesso que contribuem para o equity de marca são: propósito e estratégia de negócio, cultura de inovação, comunicação consistente - multiplataforma - e novas experiências com o consumidor”, afirma.

Eduardo Tomiya, diretor daKantarBrasil, explicou a metodologia para a realização de ambos rankings, além de destacar a importância de ter um valor de marca elevado. “A reputação é o ativo mais valioso de uma empresa, e, sendo forte, protege o negócio em épocas de crise. A marca - que é construída nos pontos de contato com o consumidor – foi fundamental para o Bradesco e Magazine Luiza serem vitoriosos neste estudo. Google com sua cultura de inovação e sempre orientar para as necessidades dos clientes aparece como destaque da marca mais forte do Brasil”, diz.

Na sequência, Celso Masson, diretor de redação da revista IstoÉ Dinheiro moderou o debate “Como as marcas consolidadas estão lidando com a disrupção?” com a participação de Felipe Ramirez, Solutions Chief Officer da Kantare de executivos como Esteban Walther, diretor de marketing do Google na América Latina, Ilca Sierra, diretora de marketing do Magazine Luiza e Glaucimar Peticov, diretora executiva do Bradesco. No bate papo, os profissionais destacaram suas estratégias para se posicionar no mercado bem como estão utilizando a tecnologia e inovação na gestão de marcas.

O ranking completo das 60 Marcas Mais Valiosas, assim como as 20 Mais Fortes estarão disponíveis na íntegra com outras análises na edição especial da IstoÉ Dinheiro que chega às bancas no dia 31 de maio.

Fonte: Kantar

Últimas Notícias

Um mergulho em duas décadas de história revelam transformações no consumo, na forma de comunicação e nas características da sociedade brasileira

Confira o Getting Media Right: Marketing in Motion e conheça os principais desafios dos profissionais

Estereótipo do gênero feminino como responsável pelas compras do lar não é fundamentado nesse canal

Batom faz parte do kit de maquiagem de 98% das mulheres com mais de 55 anos

Questões de saúde mental são os principais motivos para discriminação no local de trabalho

Leia também