Brasil Insights

Natal 2017: aumento no gasto e na quantidade de presentes

Isabelle Rio-Lopes

Head of Client Management

Consumo e Negócios 22.12.2017 / 10:00

Ktns_estudo_natal_ano_novo_2017-2018

Estudo mostra um consumidor com maior intenção de gasto, mas ainda preocupado com renda

Os brasileiros vão presentear mais neste Natal. Essa é uma das conclusões do estudo anual de Natal e Ano Novo produzido pela Kantar TNS, que sinalizou o comportamento de compra para esta época bem como as expectativas para o próximo ano. Em 2017, aumenta a quantidade total de presentes (11 unidades vs. 9 em 2016) e o tíquete médio (R$1.275 em 2017 contra R$1.215 do ano anterior).

De acordo com o estudo, 57% pensam em presentear com roupas ou sapatos, 45% com brinquedos e 36% com perfumes. Chocolates, cosméticos, acessórios e livros também foram selecionados. Produtos tecnológicos não são tão procurados.

Presentes -de -natal -2017

Dentre os entrevistados, 74% afirmam que utilizam páginas de internet das marcas para pesquisar sobre os presentes que vão dar, enquanto 42% pesquisam em redes sociais e 33% em anúncios na loja. Os meios digitais continuam importantes como meio de informação para escolher um presente, uma oportunidade que as marcas podem aproveitar.

E as mães seguem sendo as mais presentadas em nosso mercado (64%), seguidos de membros da família, como primo, irmãos, sobrinhos e avós (54%) e companheiro/a (53%).

Meios de pagamento

Neste ano, o dinheiro (42%) é a forma de pagamento preferida para comprar os presentes no Natal. Os meios eletrônicos vêm logo depois: 39% cartão de crédito e apenas 18% cartão de débito. Já loja de departamentos (74%) é o lugar onde pretendem comprar os presentes de Natal, seguida da internet/online (49%) e lojas especializadas (43%). Um destaque do estudo é o crescimento das compras via celular, que vem aumentando desde 2015. O número dobrou de 2016 para 2017 (8% para 16%), principalmente pela praticidade e o aumento dos aplicativos de vendas online.

Presentes -de -natal -2017-meio -de -pagamento

Presentes -de -natal -2017-compras -pelo -celular

Cesta de Natal

Sobre investimento no Natal, 52% disseram que vão gastar em presentes, 46% em roupas e sapatos, 41% na ceia. Nessa época, bebidas mais caras como champanhe, vinho e whisky ganham espaço nas festas, mas a cerveja ainda tem seu lugar garantido como preferida dos brasileiros.                                

Desejos para o ano novo

Em relação aos desejos para o novo ano, a preocupação com o dinheiro persiste: 74% disseram querer aumentar a renda, 48% buscar um novo trabalho e 67% guardar dinheiro. Estressar-se menos, comprar/trocar de carro e comprar/trocar a casa também estão na lista. 

Com relação à utilização do13º salário, 35% dos brasileiros indicaram que vão gastá-lo com viagens/férias, 41% disseram poupar e 35% pagar dívidas, número menor que ano passado, quando 40% destinaram para este fim.

Fonte: Kantar TNS

Últimas Notícias

A Kantar avaliou o equity de várias marcas para entender o cenário atual e o que diferencia aquelas que mais crescem

Marca de Jeff Bezos ultrapassa a Apple e aumenta o seu valor de marca em 52%

As fronteiras entre a tecnologia, as pessoas e o entorno estão cada vez menos visíveis. Isso muda por completo a forma como as marcas se comunicam

Varejo e bancos impulsionam o crescimento do valor total das marcas mais valiosas do ano

Banco investiu em soluções tecnológicas e experiência do cliente para crescer 35% e chegar ao topo; Google leva o prêmio de marca mais forte e Magazine Luíza, a com maior crescimento

Leia também