Brasil Insights

Mais otimismo: 38% acreditam que o desemprego não vai aumentar

Valkiria Garré

CEO da divisão Insights

Política 21.11.2017 / 14:00

perspectivas-kantar-tns-acrefi-no-12-siac

Dados do estudo Perspectiva foram apresentados no 12º SIAC

O brasileiro está mais otimista em relação ao crescimento do País e até em relação ao emprego a percepção melhorou: dados da 10ª edição da pesquisa Perspectivas, realizada trimestralmente pela ACREFI e Kantar TNS, revelam que 38% dos cidadãos acham que o desemprego não aumentará mais nos próximos meses. Esse é o maior índice desde que o levantamento começou a ser realizado. O humor dos brasileiros também parece estar melhorando: 29% preveem melhoria da situação do País.



Kantar
  • SAVE
  • Close

    SHARE THIS WITH FRIENDS

  • EMBED
    Close



Kantar
  • SAVE
  • Close

    SHARE THIS WITH FRIENDS

  • EMBED
    Close

 



Kantar
  • SAVE
  • Close

    SHARE THIS WITH FRIENDS

  • EMBED
    Close

 



Kantar
  • SAVE
  • Close

    SHARE THIS WITH FRIENDS

  • EMBED
    Close

O crescimento da economia, além do encaminhamento das reformas, deveriam ser os itens mais importantes da pauta do governo, na avaliação dos respondentes: 57% acham que essas devem ser as prioridades governamentais. 

Graf4

Em função das últimas medidas econômicas, 25% disseram que o Brasil caminha na direção certa. 

Graf5

Dentre os pontos que refletem uma melhora individual da situação financeira, 12% declararam que conseguir um emprego é fundamental, seguido da melhora do orçamento através da redução de despesas (11%) - empatado com conseguir ganhar dinheiro extra, melhorar o orçamento, manter o emprego e/ou ter um posto de trabalho melhor.

Graf6

No contexto, aumentou também a propensão à tomada de financiamento - quase na mesma porcentagem do ponto mais elevado da série histórica: em 2015, era 19%; agora em 2017, chega a 18%. Um ponto que desperta a atenção é a intenção de financiar carro (59%) superando a vontade de comprar um imóvel, que caiu de 57% para 39%. 

Graf7

Graf8

Por fim, o lazer foi o item mais afetado em relação ao consumo, com 83%, seguido de vestuário 73%, alimentação 63%, transporte 45%, saúde 44% e educação 35%.  

Graf9

Fonte: Kantar TNS, ACREFI

Nota do Editor

A 10ª edição da pesquisa Perspectivas ACREFI / Kantar TNS foi apresentada no 12º SIAC em 21 de novembro de 2017. A pesquisa compreende o período de 9 a 20 de outubro de 2017 e captou a percepção de 1.000 entrevistados em todas as regiões do país. A pesquisa é realizada trimestralmente.

Últimas Notícias

Com mais de 21 milhões de inserções, o semestre apresenta crescimento de 7%

45% das famílias usam o método para compras de FMCG na América Latina

O NeedScope analisou pais como Ned Stark de Game of Thrones e Ross Geller de Friends

Na era da informação, a dificuldade de entender a quantidade de dados à nossa disposição pode acabar nos devorando

A instabilidade política e econômica continua impactando a performance das categorias de consumo massivo

Leia também