Brasil Insights

1 em cada 3 funcionários enfrenta problemas de saúde mental

Eduardo Tomiya

Managing Director da Kantar na América Latina

Saúde e Esporte 10.10.2019 / 00:00

Mental Health

Questões de saúde mental são os principais motivos para discriminação no local de trabalho

No Dia Internacional da Saúde Mental, uma análise do novo Índice de Inclusão da Kantar, que entrevistou 18.000 funcionários em 14 países, aponta que, globalmente, mais de 1 em cada 3 funcionários (38%) enfrentam problemas de saúde mental, incluindo algum distúrbio diagnosticado ou estresse. Além disso, 29% dos funcionários no mundo relatam que sofrem de ‘perda de energia’ ou ‘fadiga avassaladora’ – um dos sintomas iniciais mais comuns de problemas de saúde mental. Mais de um terço (38%) de todos os que relatam algum tipo de problema de saúde mental também dizem que se sentem discriminados por conta de sua condição – o que os torna os mais discriminados em comparação a toda a força de trabalho global.

Por outro lado mais positivo, o conhecimento sobre os problemas de saúde mental está aumentando. 59% dos funcionários entrevistados disseram que confiam em seu empregador o suficiente para discutir essas questões no trabalho. Entretanto, é necessário fazer mais para apoiar as pessoas com alguma condição de saúde mental; 51% descreveram o apoio que recebem de seu local de trabalho como insuficiente.

O Índice de Inclusão da Kantar também ressalta a importância de aumentar o conhecimento e o apoio para jovens que enfrentam problemas mentais ao redor do mundo, com 28% dos homens jovens relatando suspeitas de problemas mentais, mas, mais significativamente, 42% das mulheres jovens já se identificam como sofrendo de uma condição de saúde mental. Nossa pesquisa também identifica uma preocupação emergente para mulheres entre 35 e 54 anos de idade, 6% acima da média (44%). Além disso, o Kantar Inclusion Index constatou que a comunidade não-binária também está enfrentando dificuldades de saúde mental (43%*).

Mandy Rico, Diretora Global do Índice de Inclusão da Kantar, comentou “Como organizações focadas em pessoas, todos temos o dever de cuidar dos funcionários em nossos locais de trabalho. Pontos importantes são a diminuição do estigma em relação a problemas de saúde mental, a garantia que as pessoas sintam que podem pedir ajuda em momentos de necessidade e o apoio correto para essas questões. O Índice de Inclusão foi criado para oferecer um ponto de partida para ajudar empregadores a entenderem melhor a escala e escopo dos desafios culturais com os quais suas organizações estão lidando.”

Leia o estudo completo aqui.

Fonte: Kantar

Nota do Editor

Se interessou por esse tema e gostaria de mais informações? Entre em contato conosco

Últimas Notícias

CX é um motor para o crescimento, não apenas uma palavra da moda.

Um mergulho em duas décadas de história revelam transformações no consumo, na forma de comunicação e nas características da sociedade brasileira

Confira o Getting Media Right: Marketing in Motion e conheça os principais desafios dos profissionais

Estereótipo do gênero feminino como responsável pelas compras do lar não é fundamentado nesse canal

Batom faz parte do kit de maquiagem de 98% das mulheres com mais de 55 anos

Leia também