Brasil Insights

Quais são as lições que as mães brasileiras querem deixar para as filhas

Rita Cunha

qualitative director da Kantar Brasil

Saúde e Esporte 10.05.2019 / 00:00

927892046

Estudo analisou os fatores que determinam a autoestima das mães e reuniu ensinamentos que elas deixariam para suas filhas

Qual um fator importante para empoderar mulheres a inspirarem uma nova geração? Autoestima. A Kantar divulga no mês do Dia das Mães um estudo inédito, realizado com 410 mulheres, sendo que destas 189 são mães – uma amostragem quantitativa, porém representativa para este objetivo – que avalia como anda a autoestima delas e quais são os aspectos determinantes para elas se valorizarem. A pesquisa conclui que as mães têm uma taxa maior do que as mulheres sem filhos.

O estudo “O que as mulheres querem – Mães” revela que 35% das mães entrevistadas consideram suas autoestimas acima da média, enquanto apenas 21% das mulheres sem filhos pensam o mesmo; apenas 12% das mães vêm suas autoestimas abaixo da média e para mulheres sem filhos esse número aumenta para 22%.

Uma das interpretações que a Kantar faz sobre esse número é que a chegada dos filhos é um divisor de águas para muitas mulheres. Elas acreditam que esse momento traz maturidade, inspira responsabilidade, mudanças em hábitos antigos o que gera uma sensação de crescimento e confiança.

Além disso, o estudo revelou que com o passar dos anos as mulheres se tornam mais confiantes e suas autoestimas crescem. “A maternidade traz consigo dores e delícias. Querendo ou não, a mãe é lançada num contexto totalmente novo e se auto descobre uma outra mulher. Ela descobre dentro dela medos, inseguranças e desafios nunca antes imaginamos e a superação destes faz ela se sentir muito mais forte, muito mais guerreira, muito mais pronta”, explica Rita Cunha, qualitative director da Kantar Brasil.

A mesma pesquisa avaliou quais são os elementos que determinam a autoestima das mulheres: autonomia financeira; autonomia do meu corpo/sexual; liberdade de expressão e pensamento; representatividade e conexões sociais. No caso das mães, esses cinco elementos têm taxas mais similares, mostrando um equilíbrio na importância deles para o amor próprio delas.

Qual o legado que as mães querem deixar?

Para meninas de todo o mundo as mães são o principal modelo feminino que as inspiram. E isso não é diferente no Brasil. Mas o que as mães querem deixar de legado? A pesquisa O que as mulheres querem – Mães também perguntou a todas as entrevistadas, se tivessem filhas, quais ensinamentos ou aspectos que melhoraram suas próprias autoestimas elas gostariam de transmitir para essa nova geração.

Algumas das principais palavras mencionadas nas respostas estão: respeito, educação, autoconfiança, personalidade e amor. Abaixo você confere algumas dos conselhos que as mães entrevistadas dariam:

- Seja quem você é;

- Valorize-se;

- Amor próprio é fundamental;

- Amor acima de tudo;

- Estude sempre e bastante;

- Lute para ser feliz;

- Nunca perca sua autoestima;

- Beleza não é tudo;

- Não siga tendências ou padrões, porque eles mudam;

- Lute pelos seus projetos e objetivos;

- Não ligue para o que os outros pensam ou digam de você. 

Fonte: Kantar

Nota do Editor

No mês de maio, a Kantar também quer incentivar as mulheres brasileiras a compartilharem seus conselhos por meio da hashtag #LiçõesParaMinhaFilha em uma ação nas redes sociais da marca que também divulgará os números do estudo.

Últimas Notícias

Varejistas puramente online estão atraindo novos compradores, enquanto varejistas tradicionais enfrentam dificuldades

Mastering Momentum conclui que apenas 1% das marcas possuem domínio de como manter o crescimento conquistado

Levantamento nas redes sociais destaca as motivações e discussões no período

Kantar explora os novos caminhos para uma publicidade autêntica e relevante

Muitas marcas ainda tratam a questão de gênero de forma binária e não entendem o assunto como um espectro.

Leia também