Brasil Insights

Consumidor brasileiro prioriza o gasto de energia quando o assunto é comprar online

Luciana Piedemonte

Líder de Brand & Shopper

Comportamento 05.09.2019 / 00:00

EcommerceON BR

Levantamento inédito da Kantar feito em 14 países avalia comportamento de compra online pela ótica de três determinantes: dinheiro, tempo e energia

Não são apenas preços baixos e descontos que conquistam os brasileiros no comércio eletrônico. Segundo pesquisa inédita da Kantar, a maioria dos consumidores do Brasil (74%) priorizam a economia de energia no processo de compra online; seguido pelo tempo consumido no ato da compra (47%). O dinheiro gasto vem em terceiro lugar (46%).

Essa constatação vem de uma forma inovadora de analisar o ecommerce por meio de três moedas de compra: dinheiro, tempo e energia. Para isso, a Kantar analisou globalmente mais de 100 mil atos de compra de 27 mil compradores online para avaliar a importância desses determinantes:

Tempo: quanto tempo o comprador tem para a compra? (incluindo tempo de compras e entrega)

Dinheiro: quanto dinheiro o comprador vai gastar na compra? (incluindo custos reais ou percebidos, custos de entrega, etc.)

Energia: quanta energia física e emocional está envolvida na experiência? A energia pode ser negativa (como frustração ou confusão) ou positiva (como prazer ou entretenimento)

Qual dessas moedas é mais importante depende de muitos fatores, incluindo o que os consumidores estão comprando, preferências individuais e a maturidade do mercado em relação ao comércio eletrônico. A importância das moedas muda com o tempo, à medida que as expectativas dos consumidores evoluem com a própria evolução do mercado.

Brasileiros, por exemplo, tendem a valorizar mais energia e tempo quando compram alimentos frescos pela internet; já quando o assunto são remédios sem prescrição médica, o quanto gastam em tempo e dinheiro são determinantes; com aparelhos eletrônicos, economizar é essencial, enquanto para serviços financeiros os consumidores online não querem se estressar.

Confira as variações abaixo:

EcommerceON BR

Essa nova perspectiva confirma que não há uma fórmula de sucesso única para crescer no comércio eletrônico e que a complexidade do comportamento do consumidor e essas três moedas devem guiar a ação de uma empresa. “O estudo eCommerce ON ressalta aos profissionais do e-commerce que aqueles que estão do outro lado da tela não são apenas compradores ou consumidores, mas sim pessoas preenchendo alguma necessidade. E que quando escolhem um canal de compra estão colocando na balança a necessidade de economizar, ganhar tempo ou não se estressar”, afirma Luciana Piedemonte, diretora e líder de commerce da Kantar Brasil. “Ou seja, elas são o coração do comércio eletrônico e, por isso, devem ser o centro de qualquer estratégia sólida por parte das marcas.”

Para entender melhor o papel fundamental das moedas para compreensão do comportamento de compra online, baixe o artigo “As três moedas do ecommerce: como otimizar as vendas online”.

Fonte: Kantar

Nota do Editor

Sobre a metodologia

O eCommerce ON é um estudo global feito em 14 países, com 16 macrocategorias, analisando mais de 100 mil atos de compras e o comportamento de 27 mil compradores online. Para as moedas, o estudo criou 14 atributos agrupados entre tempo, dinheiro e energia e pediu para os entrevistados escolherem aqueles dois mais importantes.

Os detalhamentos de cada categoria em relação as moedas podem ser adquiridos de acordo com a necessidade de cada empresa.

Últimas Notícias

Mobilidade urbana e influência do digital são alguns dos fatores que contribuíram para a revolução do OOH

Parece até loucura querer juntar dois temas de épocas tão distantes

Levantamento inédito da Kantar feito em 14 países avalia comportamento de compra online pela ótica de três determinantes: dinheiro, tempo e energia

Mercado estável e de soma zero traz diferentes desafios e nova visão sobre a concorrência para as marcas

Leia também