Brasil Insights

Já imaginou juntar Jung e inteligência artificial para melhorar seu posicionamento nas redes sociais?

Karina Collenghi

gerente de contas

Comportamento 11.09.2019 / 00:00

1017197258

Parece até loucura querer juntar dois temas de épocas tão distantes

Parece até loucura querer juntar dois temas de épocas tão distantes uma da outra: os arquétipos do psiquiatra Carl Jung e a inteligência artificial moderna. Mas é uma combinação irresistível e que nos ajuda a analisar a mensagem emocional que marcas e empresas querem realmente transmitir.

Esses dois elementos são partes essenciais do NeedScope, uma solução que usa técnicas projetivas específicas e relacionadas aos arquétipos de Jung para poder desvendar a emoção por trás de uma marca. Ele também combina a expertise de profissionais e um sistema de inteligência artificial para identificar se uma marca está transmitindo o posicionamento desejado, se este é consistente ao longo do tempo.

Nós vivemos, porém, em uma era hiperconectada, com milhões de uploads de vídeos e imagens em segundos! Sem falar que as redes sociais potencializaram a ação da comunicação de marcas e, principalmente, dos seus usuários, que agora têm o poder de derrubar uma marca.

E daí a importância de uma comunicação que seja verdadeiramente atraente e consistente dentro das redes sociais: qualquer mensagem mal compreendida pelo público ou um desencontro entre a personalidade de uma marca e seus posts pode gerar um buzz negativo e até mesmo crises de imagem.

Mas onde a inteligência artificial entra nisso tudo?

As marcas, hoje em dia, postam um número grande de imagens para comunicar seu posicionamento e transmitir sua identidade. E por isso, o NeedScope conta com o AI Decoder, um modelo de análise rápida, baseado em redes neurais e dados de diferentes estudos realizados em 30 anos, para entender a simbologia das comunicações considerando os arquétipos de Jung como base, dando assim uma resposta que a marca possa usar para melhorar sua comunicação.

No mês de setembro eu tive oportunidade de apresentar o AI Decoder do NeedScope para o público da Social Media Week e como exemplo analisei algumas das imagens utilizadas pela organização do evento para trazer as respostas que esse modelo de inteligência artificial pode nos proporcionar:

Ex: Logo do Evento

smwbr

smwbr2

A comunicação com o logo do evento traz uma fonte forte e marcante, recortes ousados e diferentes, que impactam e trazem energia. Essas características levam a simbologia para dentro do território vermelho, mais rebelde, energético, ativo e ousado. O que é um bom posicionamento levando-se em conta o público mais conectado e os temas inovadores do evento.

Ex: Comunicação com logos das empresas patrocinadoras

SMWBR3

SMWbr4

SMWBR5

Cores mais escuras, com letras dos logos em destaque, traduzem a simbologia de estar à frente dos demais, sucesso e ser líder. Simbologia típica do arquétipo de liderança que está posicionado no roxo. Como são empresas das quais o SMWSP não é responsável pela comunicação, é uma alternativa inteligente colocá-las em uma posição de importância e sucesso, independentemente do seu setor, destacando o apoio delas para o evento.

O NeedScope AI, faz com que muitas marcas reflitam sobre a importância das mensagens que estão transmitindo e sua consistência com suas próprias identidades.

Em uma era na qual o conteúdo digital é cada vez mais fugaz, com conteúdos viralizando em um dia e sumindo no outro, é importante que pelo menos sua marca seja constante e perene.

Para fazer o download da apresentação completa clique aqui.

Fonte: Kantar

Últimas Notícias

Mobilidade urbana e influência do digital são alguns dos fatores que contribuíram para a revolução do OOH

Parece até loucura querer juntar dois temas de épocas tão distantes

Levantamento inédito da Kantar feito em 14 países avalia comportamento de compra online pela ótica de três determinantes: dinheiro, tempo e energia

Mercado estável e de soma zero traz diferentes desafios e nova visão sobre a concorrência para as marcas

Leia também