Brasil Insights

iPhone X tem excelente performance no Reino Unido, China e Japão

Dominic Sunnebo

Diretor de Global Consumer Insight

Móvel 10.01.2018 / 09:00

iphonex_front_crop_top_corner_splash

Apesar do resultado superficial para o iOS não impressionar, o iPhone top de linha foi o mais vendido do mercado britânico

Ainda que o último trimestre encerrado em novembro de 2017 tenha contado com novos lançamentos da Apple - com a chegada do iPhone 8, iPhone 8 Plus e iPhone X - a participação do iOS enfrentou queda de 0,6 pontos percentuais nos 5 principais mercados europeus, representando 23,9% das vendas, e baixa de 3,8 pontos percentuais nos EUA, chegando a 39,8%. No entanto, a performance do iOS na China urbana continua impressionando, com alta de 4,6 pontos percentuais no mesmo período, chegando a quase 25% do market share chinês.

Apesar do resultado superficial da Apple não parecer impressionante, é preciso levar em conta também os planejados lançamentos dos iPhones 8, 8 Plus e iPhone X, que tiveram uma boa performance. Na Grã-Bretanha, a Apple chegou à sua maior participação de mercado em mais de 3 anos, chegando a 49,4% e facilmente tomando a primeira posição em vendas, superando a Samsung. O iPhone X foi o modelo mais vendido na região em Novembro, representando 14,4% das vendas. Como o modelo de smartphone mais caro do mercado, sendo vendido a £999, ainda será preciso acompanhar por mais tempo para perceber se ele consegue manter essa presença entre os compradores britânicos.

Nos EUA, os iPhones 8 e 8 Plus foram mais vendidos do que o iPhone X no mês de novembro. No entanto, o iPhone X ainda conseguiu fazer parte dos top 3 smartphones mais vendidos do mês, facilmente ultrapassando o Galaxy S8, top de linha da Samsung, que apareceu na 6ª posição.

O iPhone X também foi o mais vendido do Japão em novembro, respondendo por 18,2% das vendas, seguido de perto pelo iPhone 8 (17,2%). Enquanto isso, na China ubana, a demanda pelo iPhone X superou todas as expectativas. A Apple estava para trás na corrida dos smartphones antes do lançamento do iPhone X, mas a demanda pelo mais recente modelo da marca foi surpreendente, considerando o seu preço. Com isso, a Apple volta para a liderança, com o iPhone X sendo o modelo de smartphone mais vendido na China em novembro, com um market share de 6%. Diferente da Europa e dos EUA, onde a grande maioria das compras iniciais de iPhone X vieram de consumidores que já eram proprietários de smartphones da Apple, na China urbana houve um significante número de consumidores de marcas como Huawei, Xiaomi e Samsung fazendo a troca para iPhones, que são considerados pelos consumidores como superiores aos outros smartphones.

Confira no link abaixo os market shares de cada mercado monitorado pelo ComTech da Kantar Worldpanel.

Fonte: Kantar Worldpanel


Nota da Editora

Os dados dessa matéria se referem ao trimeste encerrado em setembro de 2017, em análise dos mercados do Reino Unido, EUA, França, Espanha, Alemanha, China, Austrália, Itália e Japão.

Últimas Notícias

Experiência, imediatismo, influência, autenticidade, nicho e credibilidade na jornada de compra na Terceira era do Consumo

Como a nova era do consumo impacta os rumos do mundo conectado? Essa é a E.R.A de experiências, relacionamentos e algoritmos

Os Centennials representam 32% da população brasileira e estão se tornando uma potência econômica com influência crescente nos gastos e na fidelidade às marcas

Apesar do resultado superficial para o iOS não impressionar, o iPhone top de linha foi o mais vendido do mercado britânico

Criada a partir da fusão de Kantar Added Value, Kantar Futures, Kantar Retail e Kantar Vermeer, a nova marca da Kantar surge para para ajudar marcas e varejistas a crescer

Leia também