Brasil Insights

Huawei sofre com manchetes negativas e Samsung e Xiaomi são as mais beneficiadas

Dominic Sunnebo

Global Business Unit & Commercial Director

Móvel 24.07.2019 / 00:00

Smartphone

Participação de mercado do Android aumentou, enquanto iOS registrou queda

Os dados mais recentes da Kantar, referentes ao segundo trimestre de 2019, sobre os sistemas operacionais de smartphones mostram que o Android representou 80,1% de todas as vendas de smartphones nos cinco maiores mercados europeus (EU5) e continua a registrar crescimento na comparação ano a ano (+0.6% pt.), alavancado pelo robusto desempenho na França. No sentido contrário, o iOS registrou uma ligeira queda de participação no grupo EU5 (-0,8% pt.) e mais pronunciada nos EUA, onde caiu -2,4% pts. Entretanto, apesar do crescimento da participação de mercado do Android, os dados mostram que a Huawei enfrenta grandes problemas para o futuro dos seus smartphones.

Dominic Sunnebo, diretor global da Kantar, comenta “No 2º Trimestre de 2019, a Huawei sofreu diversos contratempos significativos por ter sido colocada na lista negra dos EUA, mas, apesar disto, encerrou o trimestre com crescimento em comparação aos 12 meses anteriores. No entanto, o impacto das manchetes adversas fica claro nos dados da empresa: na comparação trimestre a trimestre, a participação da Huawei caiu -1,9% pts. no grupo EU5 e, mais significativamente, sua participação em junho de 2019 caiu -9,0% pt. em comparação a maio do mesmo ano. As primeiras indicações são que Samsung e Xiaomi são as principais beneficiadas, com a Apple registrando um aumento menor em suas vendas. Há indicações que os usuários de smartphones da Huawei estejam adiando a substituição por modelos mais novos – provavelmente aguardando mais clareza sobre a situação no futuro. Se este continuar sendo o caso e o conflito for solucionado, poderá significar que a maioria das vendas foram apenas postergadas e não perdidas para concorrentes – porém a velocidade da resolução determinará isto.”

Nos EUA, tanto Apple quanto Samsung registraram uma queda de suas participações nas vendas, com Motorola e Google continuando sua retomada

Dominic Sunnebo acrescenta:“A Motorola manteve seu impulso nos EUA, com sua participação chegando a 8,1% no Q219, um aumento impressionante de +3,3% em comparação ao ano anterior. Os modelos Motorola E5 Play e G6 Plus tiveram os melhores desempenhos, mas o aumento de distribuição é o maior acionador desta recuperação. A Verizon continua sendo o principal canal para a Motorola, porém as vendas também aumentaram com força nas redes Metro, Wal-Mart e Cricket.”

O modelo iPhone XR foi o mais vendido nos EUA no Q2 2019, detendo uma participação de 7,8%, com o iPhone 8 e o iPhone XS Max fechando os três modelos mais vendidos. Os mais recentes modelos de ponta da Samsung, o Galaxy S10+ e o Galaxy S10, ocuparam a quarta e quinta posição entre os modelos mais vendidos no trimestre.

Na China, apesar do atrito comercial muito público com os EUA, a participação do iOS subiu no maior mercado do mundo para smartphones, atingindo 19,7% na China urbana. A Huawei, quando combinada a Honor, sua marca irmã, ficou perto de representar uma em cada duas vendas na China urbana no Q2 2019, com uma participação de 46,1%.

Dominic Sunnebo comenta:“Está claro que o conflito comercial entre os EUA e a China está tendo um impacto muito real na Europa, mas o desempenho dominante da Huawei em seu mercado nativo ajudará a resguardá-la dos piores efeitos”.

 

Fonte: Kantar

Nota do Editor

Os números de participação de mercado mais recentes podem ser visualizados e comparados a dados históricos aqui.

Últimas Notícias

Com mais de 21 milhões de inserções, o semestre apresenta crescimento de 7%

45% das famílias usam o método para compras de FMCG na América Latina

O NeedScope analisou pais como Ned Stark de Game of Thrones e Ross Geller de Friends

Na era da informação, a dificuldade de entender a quantidade de dados à nossa disposição pode acabar nos devorando

A instabilidade política e econômica continua impactando a performance das categorias de consumo massivo

Leia também